terça-feira, 1 de abril de 2008

Falando sobre sexo

Minha cunhada chegou de Londres esse fds. Ela estava lá há 2 anos e meio. A minha sogra, que mora no interior, veio para cá para recepcioná-la. Ficou na minha casa.

Minha cunhada chegou as 5h30 de domingo no aeroporto. Madrugamos para buscá-la. Fiquei mortinha o dia inteiro.


À noite resolvemos ir ao shopping e no final fomos ao Outback, para minha sogra conhecer o restaurante. E a comida, é claro.


Papo vai, papo vem... Falamos sobre um monte de coisa. Falamos mal de um monte de gente rs Mas o que mais me chamou a atenção foi falarmos sobre sexo.

Me chamou atenção não porque estávamos num restaurante e um monte de gente podia ouvir. Me chamou atenção porque eu estava conversando com minha sogra sobre sexo! Achei aquilo até engraçado. rs Estávamos eu, Eduardo, minha sogra e minha cunhada. Numa boa falando sobre sexo, drogas e etc. Engraçado... mas ao mesmo tempo bem estranho rs


Minha cunhada contou sobre o brinquedinho dela. Esqueci o nome. Fiquei curiosa pra ver. Quando chegamos em casa, ela mostrou: um vibrador rosa pink, que mexe, com bolinhas que giram, com um estimulador de clitoris frenético.


Achei aquilo interessante. Mãe e filha rindo muito. Não sei vocês, mas eu e minha mãe nunca conversamos sobre sexo, não que eu lembre. Aí achei muito legal ver aquela cena.


Porque contei isso? Pq achei legal e pq hj estava vendo o jornal O Globo e vi a seguinte reportagem: Sex shops lançam produtos eróticos para o público feminino. Muita coincidência né?!

Achei várias paradas maneirinhas. Tem umas fotos de algumas coisas que estão sendo expostas na feira. Mas o que achei mais legal, e se parece com o da minha cunhada foi o vibra abaixo.

Mas muito caro! R$ 469,00.


Segundo a minha cunhada, o dela faz milagres rsrs


Vai saber...


Acho que o real é mais barato rsrsrsrs


2 comentários:

Juliana disse...

ahh eu tambem prefiro o real hehehe!
x)
Thaiss tem um presentinho no meu blog para voce ;)
Supresa !!
hehehe
bzinhuss amiga.

Danielle Balata disse...

Ahh.. sem duvida o real faz muito mais efeito né? Caracas, que coisinha cara essa hein..
Beijos.