quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

formspring.me

Ask me anything http://formspring.me/ximitinha

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Wishlist dos 30 - EU QUERO!

Finalmente parei e fiz minha wishlist de aniversário!
Sei que não tem nem metade das coisas que quero, mas pelo menos já esbocei, afinal na próxima terça-feira já é o Grande Dia :-D

My wishlist

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Não gosto de barriguinha!

Recebi agora há pouco um e-mail com um texto supostamente escrito pela Martha Medeiros. Se é ou não, não me interessa. O que interessa é que resolvi respondê-lo emitindo minha opinião.

Sei que poderia respondê-lo da melhor maneira, da maneira mais política possível. Mas pra quê?

lizziemiller

“Ela é loira e linda. Tem 20 anos. Modelo profissional. Saiu na última edição da revista americana Glamour ilustrando uma reportagem sobre autoimagem, e foi o que bastou para causar um rebuliço nos Estados Unidos. A revista recebeu milhares de cartas e e-mails. Razão: a barriga saliente da moça. Teor das mensagens: alívio. Uma mulher com um corpo real.
Não sei se Lizzie Miller, que ficou conhecida como a mulher da página 194, já teve filhos, mas é pouco provável, devido à idade que tem.
No entanto, quem já teve filhos conhece bem aquela dobrinha que se forma ao sentar. E mesmo quem não teve conhece também, bastando para isso pesar um pouco mais do que 48 quilos, que é o que a maioria das tops pesa. Lizzie não é um varapau — atua no mercado das modelos “plus size”, ou seja, de tamanhos grandes. Veste manequim 42, um insulto ao mundo das anoréxicas.
A foto me despertou sentimentos contraditórios.. Por mais que estejamos saturados dessa falsa imagem de perfeição feminina que as revistas promovem, há que se admitir: barriga é um troço deselegante. É falso dizer que protuberâncias podem ser charmosas. Não são.
Só que toda mulher possui a sua e isso não é crime, caso contrário, seríamos todas colegas de penitenciária. Sem photoshop, na beira da praia, quase ninguém tem corpaço, a não ser que estejamos nos referindo a volume. Se estivermos falando de silhueta de ninfa, perceba: são três ou quatro entre centenas. E, nesse aspecto, a foto de Lizzie Miller serve como uma espécie de alforria. Principalmente porque ela não causa repulsa, ao contrário, ela desperta uma forte atração que não vem do seu abdômen, e sim do seu semblante extremamente saudável. É saúde o que essa moça vende, e não ilusão.
Um generoso sorriso, dentes bem cuidados, cabelos limpos, segurança, satisfação consigo próprio, inteligência e bom humor: é isso que torna um homem ou uma mulher bonitos. Aquelas meninas magérrimas que ilustram editoriais de moda, quase sempre com cara de quem comeu e não gostou (ou de quem não comeu, mas gostaria), são apenas isso: magérrimas. Não parecem pessoas felizes. Lizzie Miller dá a impressão de ser uma mulher radiante, e se isso não é sedutor, então rasgo o diploma de Psicologia que não tenho. Ela merecia estar na primeira página, mas, mesmo tendo sido publicada na 194, roubou a cena.
Que reação a foto causou em você? Repúdio ou alívio?”

Na verdade, verdadeira, do fundo do meu coração, não gostei da barriga não! Ela só tem 20 anos! Aos 20 eu não tinha essa barriga não! Aos 20 é fácil ser magra, enxuta. Só não é quem não quer! Ou quem tem problemas seríssimos que sinceramente não sei quais são.

Se ela tivesse 30, eu aceitaria. Aos 30, os hormônios acabam com qualquer mulher. A flacidez começa a dar o ar da graça querendo ou não. Sem cremes ou com mil cremes. Com massagens, malhação, dieta e afins. Ela está lá.

Eu não tive filhos, mas tenho a barriga. Imagino quem teve, que teve o tecido dilatado. A situação é mais complicada ainda.

No meio do ano passado, emagreci, fiquei vara pau, mas sentada a barriguinha estava lá. Sequinha, mas lá. Isso porque eu corri muito atrás! Literalmente! Corria, malhava, fazia dieta. E a pele estava lá.

Mas sinceramente... Aos 20?? Pós-adolescente?

Sorry. Essa é minha opinião sobre essa foto, essa modelo. Não quero convencer ninguém. Nem estou dizendo que estou certa. É apenas a minha opinião.

Mas confesso que ainda estou refletindo sobre…

domingo, 18 de outubro de 2009

Da decisão à gravidez em 20 passos

bebe De um site de numerologia, acabei parando num site de bebês! Isso é mal sinal! rs Achei esse checklist bem interessante!

Da decisão à gravidez em 20 passos

Escrito para o BabyCenter Brasil

1. Vá a uma farmácia ou posto de saúde e comece a tomar ácido fólico

Será que é preciso mesmo? Não gosto de tomar nada que não conheça sem que tenha sido receitado por médico. De qualquer forma, preciso saber quanto tempo antes é necessário começar a tomar.

2. Pense duas vezes antes de cair na balada

Nesse quesito tenho estado bem. Bebido quase nada. Sem cigarro. Mas será que tem que cortar full a cervejinha mesmo em tempo de tentativas?

3. Diminua o cafezinho sagrado de todo dia

Isso ai eu achei bem interessante! Sempre tomei café pela manhã, mas como estou vetada de tomar leite, não o tenho tomado. O café da empresa quase não tomo mais. Comprei o adoçante Stevia, que é ruim demais rs Ai peco até a vontade de tomar o café, visto que ele já é ruim demais e com esse adoçante… Ninguém merece! rs

Mas quando não malho e saio para almoçar com o pessoal, a gente sempre passa num café, normalmente na Kopenhagen e toma um expresso delicioso!

E quanto aos refrigerantes e chás? Aff! Se depender disso estou frita! Refri rola quase sempre. E o inimigo numero 1: Coca-Cola. Amo! E chá, tomo todo dia de manhã o chá verde e sempre que posso tomo mate, na rua e em casa. Mate daqueles feitos, não gosto de mate leão de copinho. Acho péssimo!

Como cortar total refri, café e chá? Ai meu Deus!

E fora que ainda tomo o Lipo-6 pra perder gordura que é cafeína pura. Ou seja, não posso nem pensar em engravidar agora!

E pior: estou com deficiência de ferro. Estou tomando um comprimido que a dermatologista receitou e nele tem ferro também: 20mg.

E por falar nesses comprimidos… Neles também tem 5000 UI de vitamina A. No item 1, diz que essa vitamina pode ser prejudicial ao feto.

Estou confusa agora! rs

4. Tente se aproximar do seu peso ideal

Bom isso eu estou correndo atrás. Mas estou fazendo muito esforço, com corrida e musculação, e ainda tomando o Lipo-6. Ou seja, nem pensar em engravidar agora!

Tenho ainda mais um mês e pouquinho do Lipo-6. Isso é mais ou menos o grande marco: meus 30 anos. Pode ser então que a partir daí eu pare com ele e fique apenas malhando. E quando eu resolver começar a tentar, lá por abril, eu diminua ou mude a minha atividade física.

5. Encha a geladeira de comida saudável

O que fazer com as pizzas? rs Tá bom, tá bom… Essas eu sei que já deveriam estar fora da dieta há séculos!

6. Monte e siga seu programa de exercícios

Opa! Posso então continuar com minha musculação! De repente, só trocar a corrida por caminhada ou transport. Fiquei feliz agora!

Tenho vontade de fazer hidroginástica e pilates há séculos. Acho que o dia que eu engravidar, vai ser a deixa pra tomar coragem e fazer os dois. Nunca fiz hidro por conta do cabelo e nunca fiz pilates porque acho caroooo. Mas terei uma ótima desculpa não?

7. Vá ao dentista

Estou em dia :-) Tem nem 2 semanas que recebi “altar” do meu dentista.

8. Pesquise um pouco o histórico médico da sua família

Vou procurar saber!

9. Marque uma consulta com o ginecologista

Ai está um grande problema: estou sem médico. Quando acho, ele para de aceitar meu plano. Aceitando indicações no Rio e em Niterói.

10. Observe seu corpo para descobrir quando está ovulando

Isso é uma coisa estranha. Sei exatamente quando estou ovulando, pois sinto uma dor chata no lado direito da barriga. Porém, acreditava que o dia da ovulação seria Aquele Dia. Mas como sinto dor, não tenho vontade de fazer nada. Já fui ao ginecologista e, segundo ele, é normal e fazendo os exames não foi visto nada. Estranho não?

11. Informe-se sobre seu plano de saúde ou pré-natal público

Apesar de morar em Niterói, já sei que terei que ter filho na Perinatal de Laranjeiras assim como 90% das meninas lá da empresa. Segundo elas, é o melhor lugar. Segundo um dos médicos que fui, a Perinatal é um dos poucos hospitais que aceitam parto pelo Gama Saúde, meu plano. Estava tensa em ter que ter lá e, sabe-se lá, vai que eu pego um engarrafamento na ponte… Mas as meninas disseram que do momento que descobre que o bebe vai nascer até a hora de nascer de fato, dá tempo pra atravessar a ponte sim! Com segurança. Tomara!

12. Faça as contas e programe sua vida financeira

O X da questão. Mas isso é papo pra outro post.

13. Planeje seu espaço físico

Aqui em casa teremos que escolher entre acabar com o escritório ou com a sala de TV. Vai ser uma escolha difícil…

Mas também tem a outra alternativa: mudarmos de casa. Onde moramos, apesar de ser super bem localizado, é muito barulhento e não tem área de lazer no prédio, só na rua. Então a mudança é algo que está no páreo.

14. Organize seus sentimentos e sua saúde mental

Merece um post.

15. Proteja sua saúde e evite infecções

Como não tomar remédios? Tomo vacina de alergia, budecort de manhã e de noite, dorflex as vezes e neosaldina quando tenho dor de cabeça. Complicado demais.

16. Pense bem

Com certeza um outro post:

- Vocês dois estão no mesmo barco nessa história de ter um bebê?
- Se vocês têm diferenças de religião, já discutiram como isso vai afetar a criança?
- Você pensou em como vai conciliar o trabalho e os cuidados com a criança?
- Vocês estão dispostos a abrir mão da vida despreocupada e de "luxos" como dormir até mais tarde no fim de semana?

17. Conte a notícia para um(a) amigo(a)

Beleza!

18. Apimente sua relação

É pra já! Ou melhor: é pra ontem! rs

19. Pare de usar seu método anticoncepcional

Já parei desde jan/08, por conta de alguns problemas hormonais. Então estou no lucro. Teoricamente…

20. Divirta-se e aproveite a vida despreocupada sem filhos

Acabo de receber uma intimação de uma amiga: Carnaval Salvador 2010. Será que marido vai querer ir? Se Deus quiser, sim! :-)

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Meu EU Profissional

mulherTI Recebi o texto abaixo de um colega do trabalho, que recebeu de um outro colega. Achei fantástico, porque apesar de simples, retrata claramente meu ser, profissionalmente falando.

Parabéns aos analistas de TI!

“Bom dia pessoal,

Parabéns pelo dia do Profissional de Informática (19/Outubro). Pessoas “anormais” que gravitam pelas empresas, doando seus cérebros privilegiados, o seu tempo, as suas idéias, o seu comprometimento e a sua vida para criar soluções que melhorarem a vida das pessoas, seja no ambiente de trabalho ou fora dele. Descomplicamos as coisas e às vezes, complicamos um pouco também, mas com as nossas soluções colaboramos para o sucesso das organizações, a felicidade das pessoas e a evolução da humanidade por meio da tecnologia. Estamos presentes em todas as áreas, começamos nas empresas, agora estamos também nas casas, nos meios de transporte, no lazer, na comunicação, na medicina, educação, esportes, na corrida espacial, infelizmente também nas guerras. Mas a tecnologia da informação é muito mais usada para o bem, nossos sistemas revolucionam, mudam comportamentos, integram muito mais do que isolam, propiciam que as pessoas se conheçam e até se relacionem (não importando a distância, a classe social, credo ou o idioma).

O Profissional de TI é um Indivíduo que com alegria, apesar de tanto trabalho e pouco reconhecimento (ninguém entende porque somos assim, mas não nos tornamos assim, nascemos deste jeito, é nossa vocação). Seres estranhos aos outros e muito inteligentes que usam a criatividade, a lógica e a abstração para entender, mapear e resolver questões diversas por onde passam (ajudando, mas às vezes também incomodando as pessoas próximas com a mania de ter idéias e soluções para resolver quase tudo).

Parabéns pessoal, que nosso conhecimento, nossa criatividade e a nossa vocação de informata colabore para tornar mais feliz o dia a dia das pessoas e o mundo um lugar melhor.

Um grande abraço,

José Roberto”

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

É pedir demais? II

Pensando bem, também aceito na boa ser uma mistura de Sienna Miller e Baronesa em GI Joe ;-)

Baronesa

Não tem nem a metade dos poderes da Mulher Maravilha, mas dá pros gasto não? rs 

É pedir demais?

Quero ser quando crescer: uma mistura de Mulher Maravilha e Megan Fox. E pode?

MulherMaravilha

Poderes e habilidades

Os poderes da Mulher-Maravilha são enormes: Força física sobre-humana (capaz de rivalizar com seres poderosos como Superman), grande velocidade e agilidade e grande resistência física. A resistência dela, no entanto, é confusa, dado que pode suportar rajadas de seres poderosos, mas não resiste a balas, flechadas e tiros, e usa seus braceletes para desvia-los. É dito que tem a força de Herácles, a sabedoria de Atena, a beleza de Afrodite e a velocidade de Hermes. No Pré-Crise, ela tinha o dom de planar sozinha, substítuido pela capacidade de voar (atribuída em versões atuais). Também no Pré-Crise, ela possuía telepatia. Ela também é treinada em todas as habilidades de luta armada e desarmada da antiga Grécia. Ela fala as línguas Themysciriana, Grego moderno e antigo, Inglês, Português, Espanhol, Francês, Mandarin Chinês, Russo e Hindi. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mulher-Maravilha 

Acho que resolveria boa parte dos meus problemas…

Com a cara e o corpo da Megan Fox, precisaria de algo mais?? rs

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Mais homenzinho?

“Dentre essas diferenças biológicas, a testosterona, ou "hormônio masculino", se destaca. Níveis mais altos de testosterona em homens podem resultar em diferenças comportamentais e de aprendizado, e já foi demonstrado em outros trabalhos (que discutirei num futuro próximo) que a testosterona aumenta a motivação para competição e dominância, diminui a sensação de medo, e altera o equilíbrio entre a sensibilidade entre punição e recompensa. Prá completar, a testosterona também já foi associada a comportamentos tidos como de alto risco, como jogatina e abuso de álcool.”

(Fonte: http://scienceblogs.com.br/rnam/2009/09/mulheres_testosterona_e_ousadi.php)

Achei super interessante o que li nesse post, mas ao mesmo tempo fiquei um tanto preocupada: se hoje já sou um homenzinho no trabalho, imagina agora tomando o DHEA?!

Digamos que já faço parte de uma classe feminina diferente: fiz faculdade de exatas – Informática. Só aí já passei a ser apenas uns 80% menininha, porque menininha de verdade faz humanas, biomédicas ou moda.

Somando-se o fato que adoro carro grande e um bom chopinho gelado com a galera no boteco da esquina e de 70% dos meus contatos serem homens (isso é claro, devido a minha profissão de homenzinho).

Por aí, já virei apenas uns 51% menininha. Sim! Mais da metade né?! Até porque adoro ir pro salão fazer cabelo e unha, fazer massagem, ir às compras (apesar de quase não fazer isso por causa de grana) e, a parte mais legal, fofocar sobre a vida alheia! Quer coisa mais menininha do que falar da vida dos outros?

De qualquer maneira, achei bem legal a parte: “a testosterona aumenta a motivação para competição e dominância, diminui a sensação de medo, e altera o equilíbrio entre a sensibilidade entre punição e recompensa”. Isso se torna bem interessante profissionalmente falando. Acho que “empurra pra frente”…

Vamos ver. Hoje estou no 3º dia do DHEA. Como será que estarei ao final do mês?

E quanto ao Checklist do Bem-Estar :-)

  1. Estou me sentindo menos estressada? 3 \
  2. Estou mais paciente com os outros? 2
  3. Estou mais calma? 2
  4. Estou menos ansiosa? 4
  5. Estou me sentindo menos cansada? 2
  6. Estou me sentindo menos inchada? 2
  7. Me diverti com alguma coisa? 2
  8. Dormi bem? 2
  9. Como anda meu apetite sexual? 1
  10. Tenho sentindo menos fome? 4

Ontem realmente meu apetite ficou super controlado. Senti fome só antes de ir pra academia.

Porém o cansaço… As 23h já estava um bagaço. Meia noite estava na cama e apaguei. Dormi direto até as 5h45, quando acordei pois estava com muita dor nas pernas. Muita mesmo! E a dor parecia até a dor que sinto quando estou mestruada. Uma dor ardida, podemos dizer assim. Mas já acordei esperta, sem sono, sinal de que o sono foi de qualidade. Isso é ótimo! Porque estava realmente preocupada com os efeitos do Lipo 6 sob meu sono.

Hoje não malhei. Tinha almoço marcado há séculos! E caiu numa hora ótima, porque minhas pernas precisavam desse dia de folga. Amanha estarei firme e forte no transport again.

Por falar em almoço, dieta pro espaço parcialmente: japa + coca zero! Comi banana a milanesa com calda de chocolate. A noite preciso de suco de laranja pra compensar a falta de vitamina C.

Mas valeu a pena! Como sempre! Boas companhias são sempre benvindas :-)

Disposição e Sono?

E não é que dormi numa boa essa noite? Mesmo com todos os suplementos, cafeína em excesso, dormi muito bem essa noite. Tudo bem que contei com a ajuda do ar condicionado: o barulhinho do ar mascara o barulho da rua, quase some. Bom demais! Mas também com o calor que estava ontem, nada mais justo.

Diferentemente da segunda, que estava quase apática, de tão lentinha, ontem eu estava tranquila, nem agitada, nem lenta. Ideal! Já hoje, acordei na maior disposição, toda animada e de repente, bate aquela lombeira e surge uma voz ah lá Tarso rs: “você está cansadinha de ontem, não precisa ir malhar hoje.”. Mas eis que surge uma voz bem mais forte e diz: “como assim? Só malhou um dia! Vai malhar sim!” E fui! E agora estou me sentindo ótima por ter ido.

20 minutos de transport + 10 minutos de bike + uns exercícios aleatórios + abdominais. Hoje já me senti mais forte que ontem, com mais disposição. Mesmo assim, tudo continua extremamente pesado, fazendo com que eu diminua os pesos absurdamente. Quem mandou ficar 3 meses fora da academia?

A alimentação está parecendo legal. Ontem tive o primeiro deslize: teve festinha de aniversariante do mês e acabei comendo 4 salgadinhos e 1 fatia de torta de chocolate, que acabou substituindo o lanche da tarde. A parte legal é que só senti fome antes do almoço. Hoje não senti fome nem antes do almoço. Entenda-se antes do almoço, o horário de 11h as 14h, com academia de 12h as 13h30.

Uma coisa que notei ontem, foi 3 idas ao banheiro ainda pela manhã. Acho que foi meu organismo tentando se acostumar com o Lipo 6. Hoje não aconteceu a mesma coisa.

Resolvi criar um checklist pra ter noção da evolução junto aos suplementos e florais. O 1 é Não, o ruim, o pouco ou nada. O 5 é o Sim, o excelente, muito, bastante.

1) Estou me sentindo menos estressada? 3
2) Estou mais paciente com os outros? 2
3) Estou mais calma? 3
4) Estou menos ansiosa? 4
5) Estou me sentindo menos cansada? 4
6) Estou me sentindo menos inchada? 2
7) Me diverti com alguma coisa? 1
8) Dormi bem? 4
9) Como anda meu apetite sexual? 1

Espero que tudo evolua para 5 :-)

Seguem outras descrições de outros florais que estou tomando. Os dois últimos são os mais legais… (!!)

 Chamomile

Equilíbrio e maturidade ao lidar com as próprias emoções. Para quando a pessoa tende  a ter muita variação de humor: num minuto está alegre e no segundo seguinte está vivenciando uma tempestade interior. Ensina a regular, harmonizar e serenar a vida emocional. Excelente para crianças pequenas ou para quem age como criança emocionalmente, muito boa para insônia quando for causada pelo stress emocional. A Chamomile estabiliza as emoções.

Hibiscus

Exuberante expressão de vida abrindo-se plena para o sol. É uma planta tão amiga do calor exuberante que seus botões permanecem fechados nos dias mais nublados e escuros. As flores vermelhas desta espécie, originária da Ásia tropical, são para todos uma imagem relacionada às férias de verão, aos paraísos tropicais. Sua essência nos ajuda a soltar nossa exuberância, numa expressão calorosa e ardorosa, tanto no amor físico e em nossa sensualidade como na vida em geral.

(Fonte: http://www.essenciasflorais.com.br)

Hibiscus

Se a relação sexual está fria, faltando calor e vitalidade, este floral traz de volta a paixão física e o afeto. Desperta também a sensualidade que integra corpo e alma. Indicado quando há desinteresse pelo sexo, pois elimina a apatia. É também afrodisíaco e traz criatividade à relação íntima.

Lady's Slipper

Para a exaustão nervosa que gera esgotamento na vida sexual. O floral atua como um tônico para que a pessoa se sinta revitalizada e de novo interessada no sexo.

(Fonte: http://www.personare.com.br)

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Eu, os Florais, minha Nova Dieta e, enfim, Malhando!

Ontem tomei religiosamente os florais. Praticamente de 3 em 3 horas, 4 gotas, 6x ao dia, debaixo da língua.

Não sei se era porque era segunda ou por conta dos florais, mas foi um dia pacato, lento e um tanto sonolento. Melhor: devagar quase parando. Dormi que foi uma beleza.

Porém não sei se hoje tudo correrá da mesma maneira que ontem… Comecei hoje a nova dieta.

Mudamos a colação, o lanche da tarde e a ceia. Antes a colação era pra ser Ades, mas eu comia fruta, o lanche da tarde era sanduíche de pão integral com queijo ou peito de peru e uma fruta e a ceia era Ades, mas como eu chegava em casa tarde, acaba não fazendo a ceia, só jantava. Agora tomarei Whey Protein com água (muito ruim o de baunilha com água!) na colação e na ceia e no lanche da tarde será Activia com 2 colheres de aveia e mais uma fruta.

E os suplementos mudaram também. Antes (até o final do ano passado), eu tomava no café da manhã 1 Thermo Pro e 1 Reduce Now, antes de malhar 2 BCAA, depois do almoço (e consequentemente depois de malhar) 1 Thermo Pro e 1 Reduce Now e no jantar 1 Reduce Now. Agora tomarei ao acordar 1 Lipo 6, no café 1 DHEA, na colação o Whey Protein, antes do lanche da tarde 1 Lipo 6 e na ceia o Whey Protein de novo. O médico prescreveu tomar o Lipo 6 no jantar, mas como tem cafeína, vou usá-lo a tarde para não ter problema com o sono. Então vou dar uma intervalo de 8 horas entre 1 e outro: o 1º as 7h + ou – e o 2º as 15h.

Pra quem não conhece:

  • Thermo Pro – termogênico (acelera o metabolismo, aumenta a termogênese e causa drástica diminuição do apetite)
  • Reduce Now e Lipo 6 – queimadores de gordura
  • BCAA e Whey Protein – ajudam na manutenção e o crescimento dos músculos, além de evitar a fadiga.
  • DHEA – reposição hormonal (hormônio DHEA)

Voltei hoje também para a academia. Depois de 3 meses sem malhar (fui 5 vezes na academia lá perto de casa, mas não deu certo de novo).

Me senti A Fraca das Fracas! 20 minutinhos de transport + uns exercícios pingados pois estou sem as séries ainda. Mas já deu pra ver como estou fraquinha e terei que começar do zero! A avaliação só será feita na terça que vem. Enquanto isso, vou fazendo aeróbico e abdominais e alguns exercícios pra perna.

Não estou morrendo agora. Mas vamos ver como será até o final do dia.

 

Seguindo o post de ontem, seguem as indicações de outros florais que estou tomando. Essas descrições peguei de um site diferente. Achei interessante.

Impatiens

É o floral indicado para quem está impaciente, nervoso, irrita-se com facilidade. Os tipos Impatiens têm muita pressa, são pessoas rápidas em tudo que fazem, porém são tensas.  Têm explosões curtas de raiva e não suportam a lentidão dos outros.

Exemplos de situações em que são indicados:

  • Para bebês agitados, que não conseguem dormir ou comer
  • Impaciente, não consegue parar, precisa de movimento
  • Qualquer contratempo gera irritação
  • Não consegue suportar o ritmo da outra pessoa: completa a frase, termina a tarefa
  • Prefere fazer as coisas sozinho por não suportar o ritmo dos outros

Mensagem: Conviva em harmonia com os outros, agindo com gentileza, paz e calma

Elm

Elm é a essência para aquelas pessoas capazes, que estão em crise por achar que estão sobrecarregadas e exaustas. Frente ao excesso de pressão ou responsabilidade, ele se atrapalha e acredita que é humanamente impossível dar conta de suas obrigações.

Exemplos de situações em que é recomendado:

  • No clímax de projetos importantes, quando parece que nada vai dar certo
  • Quando os problemas parecem vir de todos os lados: trabalho, família, finanças, saúde

Mensagem: Confie em si e no Universo e descubra como resolver tudo com tranqüilidade.

Olive

Após um longo período de esforço, esgotou sua reserva de vitalidade, de energia. Está muito cansado física e mentalmente, podendo até chegar às lágrimas. Qualquer coisa parece muito difícil.

Exemplos de situações em que é recomendado:

  • Esgotamento após uma longa doença
  • Fadiga por excesso de trabalho ou esforço desmedido
  • Não se diverte
  • Está se preparando para exames
  • Envolvimento com trabalho mental intrincado e pesado
  • Períodos de convalescença

Mensagem: Resgata a vitalidade, restaura a energia. Readquire a paz interior, a harmonia, o equilíbrio e o interesse mesmo em situações que seja forçado a permanecer inativo.

Wild Rose

“Tanto Faz” é a atitude constante. Seres conformados com tudo, limitam-se a passar pela vida, aceitando-a como ela é, sem se esforçar por melhorar as coisas ou encontrar alegria.

Exemplos de situações em que é recomendado:

  • Resignação frente a uma doença
  • Conforma-se com um trabalho que não gosta
  • Acostumado à infelicidade
  • Apatia
  • Falta de ambição
  • Não gosta de mudanças

Mensagem: Reative o gosto pela vida e ganhe de volta a vitalidade necessária para navegar com entusiasmo e felicidade.

(Fonte: http://www.disqfloral.com.br)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Tentando os florais

Sexta, quando fui na dermatologista, pedi a ela o floral que ela tinha me prometido na consulta anterior. Mandei fazer na sexta e peguei no sábado. E comecei a tomar ontem. Meio vidro (15ml) já de cara! E agora continuarei de 6x ao dia 4 gotinhas debaixo da língua.

Por que pedi? Disse que estava muito cansada, meio desanimada e com libido baixa, por conta daquele hormônio ainda… Ai ela disse que um floral poderia ajudar. 

O floral passado por ela contém: Rescue Remedy + Impatiens + Chamomile + Elm + Olive + California Wild rose + Lady's Slipper + Hibiscus. Esses 3 últimos são florais californianos e os outros florais de Bach.

Vou postar o que é dito sobre cada um deles, até mesmo para eu perceber se as melhoras estão acontecendo. Hoje apresentarei apenas o Rescue Remedy, pois o que achei sobre ele é bem grande. Amanhã, apresento o restante.

Coloquei em vermelho o que acho que cabe ao meu caso.

“O Rescue Remedy é indicado para situações de emergência, tais como: acidentes, perdas, choques emocionais, estresse, antes do parto, antes de um exame importante, no recebimento de notícias ruins - de morte, aborrecimento familiar, etc. O Rescue Remedy não substitui o atendimento médico; ele somente ajuda o paciente a estabilizar e acalmar as emoções durante o trauma.

O Rescue Remedy é a essência floral mais conhecida do mundo e uma das mais indicadas pelos profissionais de várias áreas da saúde.

» Utilizações Específicas

1. Em ginecologia e obstetrícia: na gravidez ajuda a lidar com a ansiedade, enjôos, dá equilíbrio e limpa os medos. Para o abortamento espontâneo ou não. Nas cólicas menstruais, melhora a dor, diminui o inchaço e a retenção hídrica.

2. Em odontologia: pacientes com medo ou pânico; ajuda nas cirurgias diminuindo o sangramento e ajudando na cicatrização.

3. Para antes dos exames (de carro, vestibular, faculdade, etc), entrevistas, palestras, apresentações em público, etc.

4. Em plantas e animais domésticos e silvestres: melhorando a qualidade de vida. Limpando traumas de animais, sustos por diversos motivos, entristecimento por perder o dono; eliminando pulgões e outras pragas das plantas.

5. Para situações de perda na família, um acidente grave, desmaios, traumas, choques emocionais, tranquilizando o paciente.

» Componentes do Rescue Remedy (5 essências)

» Clematis (Clematis Vitalba)
Sonhando acordado, indiferença, inconsciência, desatenção e escapismo. Para a tendência de desmaiar e sensação de estar muito longe, que freqüentemente antecedem a inconsciência.

+ Aspectos Positivos:
Interesse vivo em tudo, inspiração. "Pé no chão".

- Aspectos Negativos:
Sonhadores, vivem sonhando com o futuro. Indolência e desinteresse. Apatia, desatenção. Vive desligado. Escapismo.


» Cherry Plum (Prunus Cerasifera)
Medo de colapso mental e de perder o controle da mente. Para ter o controle da situação e ver com mais clareza a saída.

+ Aspectos Positivos:
Coragem tranquila com quietude, controle em situação extrema pressão mental.

- Aspectos Negativos:
Colapso em relação ao controle mental. Medo de perder o controle e prejudicar alguém ou a si mesmo. Temperamento vicioso.


» Impatiens (Impatiens Glandulifera)
Impaciência. Minimiza a tensão, pois quando a pessoa não relaxa a mente fica inquieta e irritadiça.

+ Aspectos Positivos:
Compreensão e paciência com o demais.

- Aspectos Negativos:
Irritabilidade e impaciência com pessoas mais lentas, ansiedade e tensão mental. Rapidez no pensar e no agir.


» Rock Rose (Hellianthemum Nummularium)
Pavor, terror, medo extremo ou pânico nas situações de emergência.

+ Aspectos Positivos:
Coragem heróica. Desprendido de si próprio.

- Aspectos Negativos:
Medo ao extremo, terror e pânico. Emergências graves.  


» Star of Bethlehem (Ornithogalum Umbellatum)
Efeito retardado de choque mental, emocional e físico. Ajuda a acordar do trauma emocional, do entorpecimento.

+ Aspectos Positivos:
Corpo e mente livres de tensão e resquícios de trauma.

- Aspectos Negativos:
Para os efeitos de perda ou choque físico, mental ou emocional. Necessidade de ser consolado por grandes perdas e traumas. “ 

(Fonte: http://www.florais.com.br/si/site/1020)

Vou ficar de olho tentando perceber as mudanças :-)

sábado, 29 de agosto de 2009

Vai um cafezinho ai?

Acabei de ler um e-mail desses que a gente recebe e deleta rs que falava sobre os benefícios do café. Vi outro dia também no Globo Reporter e achei o máximo, porque adoro um bom café. Sim, bom café, porque café como o que tomo lá na empresa, ninguém merece.

Benefícios do café

Café bom é aquele que a gente faz em casa, quentinho, do nosso jeito. Ou então café expresso da kopenhagen, Saraiva ou daquela cafeteria chique, que as vezes o café nem é tão bom, mas o ambiente já o torna ótimo!

Fiquei 21 dias sem tomar café. Não sei. Achei que poderia melhorar alguma coisa na minha saúde. Dizem que café em excesso dá celulite. Vai saber. Só que como estava tomando muito café, achei melhor me privar dele por um tempo. Dizem que 21 dias são suficientes para você adquirir um novo hábito. Deve ser só adquirir né?! Porque perder, acho que não funcionou. Depois dos 21 dias, tomei um café daqueles e me deliciei. Ô coisa boa!

O grande lance é que gosto muito de café com leite também. O problema é que fui vetada de tomar leite. Impressionantemente por dois médicos no mesmo dia seguidamente. Cuma?

Primeiro a dermatologista pediu para eu cortar o leite e substituí-lo por suco de laranja, acerola, qualquer fruta com boa concentração de vitamina C. Estou com deficiência de ferro. Porém como sempre feijão, beterraba, etc, ela disse que está faltando então vitamina C na minha alimentação para poder assimilar o ferro que como. E não é que não ingiro quase nada de vitamina C?! E outra coisa que ela disse que eu já sabia também: pessoas que tem rinite alérgica não devem ingerir leite, porque aumenta a produção de muco. (Isso também falou outro dia no Globo Reporter… Acho que estou ficando em casa demais as sextas a noite…)

Sai de lá média convencida de não tomar mais leite. Até que em seguida fui para o Ortomolecular, que olha os meus exames e o meu percentual de gordura imeeensoooo e diz: “Você ainda está tomando leite?”. Então, um dos motivos foi o mesmo: trocar por vitamina C. O outro foi por conta da quantidade de gordura do leite. Segundo ele, também não vale a pena trocar por leite de soja, porque “não tem nada de bom”. Choquei. Mas enfim… Sem leite por um longo período.

Então, terei que me deliciar com sucos e, é claro, com meu cafezinho santo de cada dia. Tomara que eu consiga ;-)

Café & Calorias

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Crises Existenciais – Por quê?

Hoje estou num momento profundo de crises existenciais. Parece que tudo que vejo, que leio, que ouço, me fazem refletir sobre algo. Essa proximidade com o dia 08 de Dezembro está me deixando perturbada… 30 anos tem um peso, uma força estranha. Por que será? Parece que os 30 são um marco do tipo: ou você deu certo ou não deu. A sociedade impõe e como faço parte dela, acabo pensando assim também.

Vários assuntos me atormentam: gravidez, casamento, casa, trabalho, meus pais, entre outros secretos (a vezes tão secretos que nem eu mesmo consigo entender). Mais ou menos nessa ordem.

Parece que todo dia aparece uma amiga ou conhecida grávida. Ou mulher de conhecido grávida. É impressionante. E o pior: minhas amigas mais próximas ou estão grávidas ou querem ficar ou já tem babies. Como pode? Me sinto um ET.

Hoje mesmo estava conversando com o marido sobre uma das amigas que acabou de saber que está grávida e não lembro porque eu falei assim “Como eu nem sei se terei filho…”, meio tristinha. Ele virou e falou “Está querendo participar também né?! Ficar grávida pra não ficar fora das conversas né?!”… Eu nunca tinha pensado nisso! Mas isso é sério! Todas falarão de filhos! E eu?

Complexo. Mas o medo persiste. O medo de não ser a hora certa. Mas também persiste o medo da hora certas nunca chegar. Ou da hora certa passar e eu nem ver… Enfim…

Daí surgem todos os outros questionamentos:

  • “Como posso engravidar se nem sou casada?” – pra quem não sabe sou a famosa “juntada”.
  • “Como posso engravidar sem ter uma casa?” – moro de aluguel.
  • “Como posso engravidar se Eduardo ainda faz faculdade?” – Será que eu deveria me chamar Monica? rs

Na verdade a ordem natural das coisas ou a ordem socialmente correta das coisas seria:

  • Marido terminar a faculdade, porque a minha eu já terminei há séculos e já estou querendo ir pra segunda pós.
  • A gente comprar uma casinha – mas como? Niterói está mega inflacionando o mercado de imóveis! Ai lembro do Gustavo Cerbasi e penso: se eu tiver pagando até 8% do valor do imóvel, estou no lucro. Eu só esqueci de ver se 8% do valor do imóvel cabe sem problemas no orçamento rs Mas isso é só um detalhe rs
  • A gente casar – casar de casar mesmo: papel, igreja, vestido, véu, grinalda, festa, convidados, bem casados, prosseco (hehe)
  • Ai sim, engravidar né?! Depois de alguns anos de convivência, viagens que só dão pra fazer sem filhos, essas coisas.

Viagens são outro ponto que esqueci de falar. Tem mil lugares que gostaria de conhecer antes de filhos! Essa é a parte do “curtir muito, viajar muito”… Conhecer a Disney, a Europa, os lugares que temos vontade de conhecer, que com filhos, fica complicado. Não pelas crianças em si, mas pelo orçamento mesmo, depois de ter filhos, que fica bem mais apertado.

Tem meus pais. Que são viraram meus filhos financeiramente falando e que não sei o que fazer. Uma preocupação a mais. Isso é um assunto longo, para outro post.

E o meu trabalho, que também é um assunto para outro post (ou outro blog, ops rs). Aos 30 achei que ganharia mais, teria um cargo melhor, estaria exercendo uma função diferente da que tenho hoje: peão de obra. Noites trabalhando, estresse total.

As vezes me pergunto porque não escolhi uma profissão de mulherzinha? Uma que me desse tempo de ir à academia, ao salão, à aula de dança, ao inglês, espanhol, francês e alemão. Coisas de mulherzinha. Mas não. Meu lado homem foi mais forte e escolheu uma profissão mega machista, super raladora e que está me deixando de lembrança muita ruga no rosto e um problema de coluna daqueles, de tantas horas na frente do PC, além de vários problemas hormonais por conta do estresse.

Mas daí eu viro e penso: “O que eu faria diferente?”. Não sei! E fora que adoro o que faço, apesar dos pesares. Que coisa né?!

E daí eu viro e me pergunto sobre tudo isso que eu escrevi ai em cima: “O que eu faria diferente?”. Não sei! Só sei que não posso reclamar da vida ;-)

domingo, 16 de agosto de 2009

Antes tarde do que mais tarde

Ouvi essa frase hoje de um rapaz que estava no programa da Xuxa concorrendo com uma paródia. Ele queria 10 e deram 9. Ai depois vieram dois 10!

Bom, esse 10 na verdade não tem nada a ver com o meu post. Na verdade, só tem a ver com eu ter levado um susto, ter visto que demorei demais pra agir, mas que é melhor agir agora do que depois. Antes tarde do que mais tarde!

Enfim…

Sexta voltei ao meu ortomolecular.

Motivos:

  1. Engordei de novo.
  2. O corpo parece ter cada vez menos massa magra e mais gordura.
  3. Disposição zero. (Tudo bem que trabalhando ate tarde fica difícil)
  4. Cansaço eterno.
  5. Fui correr na Fila Night Run sábado passado e morri na praia (literalmente!)

Chegando lá, ainda na recepção encontro o Dr. Constantino. “Olá, minha corredora sumida!”. Corredora? Quem? “Sumida sim. Já corredora…”…

Bom isso foi até eu entrar no consultório, contar meus dilemas, me pesar e tirar as medidas ne?!

“Que desastre! 34% de gordura! Como pode?”

Que primeira vez que fui lá, eu pesava quase 66kg e estava com 28%. Isso em Março ou Abril do ano passado. Em setembro, cheguei a 18%! Mas em Novembro, começou a subir: 20%. Janeiro: 22%. E por aí foi… Agora estou com 64kg e 34% de gordura, ou seja, muita gordura e pouca massa magra.

Possíveis causas (ou desculpas esfarrapadas):

  1. Projeto final da pós me consumiu em Novembro e Dezembro.
  2. Festas de fim de ano.
  3. Férias de 40 dias, de Janeiro a Fevereiro.
  4. Academia em segundo plano desde Novembro. Parada nas férias. E depois saí da academia em Maio, quando marido ficou desempregado. (Entrei em outra perto de casa em Junho, mas só fui 5 dias)
  5. Treino de corrida zero. Participei de corridas esporádicas nesse período mas nada significativo, pois não estava treinando.
  6. Empregada nova = comida boa e gorda e jantar todo dia.
  7. Marido que não acompanha na dieta.
  8. Quando emagreci e cheguei aos 58kg, ficaram falando que eu estava com cara de doente. (Sendo que antes de engordar – dos 15 aos 25 – eu pesava 56kg e ninguém falava que eu tinha cara de doente…)

Ele passou um moooonnnteeeeeeeee de exames como da primeira vez e sai de lá sem nem uma dietinha. Disse que está preocupado e que só fará algo por mim depois de ver os exames pra saber a real causa.

Só sei que saí do orto mega decepcionada comigo mesma. Não sei se juntou o fato de eu estar morta de cansada, por ter trabalhado até tarde todos os dias da semana, dormido pouco e me estressado bastante. Mas o fato é que fiquei bem down.

(Não tive outra: passei na manicure e fiz as unhas de vermelho! Algo de colorido, vivo e alegre tinha que rolar! Ficaram lindas e me animaram bastante.)

Agora é acertar os ponteiros, rever dieta, fazer os exames que ele pediu e voltar lá no dia 28/08.

  • Segunda faço os exames pela manhã.
  • Sexta vou ao cardiologista e aproveitar para pegar o atestado para academia.
  • E na outra terça, volto finalmente para minha academia! Lá quando sai, independente do motivo, só deixa retornar depois de 3 meses. E fecham os 3 meses no dia 25. E lá estarei eu: com os exames na mão e tudo!

Ah, é claro:

  • Fazer as pazes com a linhaça, o chá verde e os cereais.
  • Evitar doces e frituras.
  • E fazer todas as refeições direitinho! Haja o que houver!

Vou aproveitar o fds pra descansar e comer umas porcarias coisas gostosas, pra segunda recomeçar minha vida saudável!

(Depois de escrever esse post fiquei até mais animadinha.)

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Reflexão sobre Filhos

Uma amiga do Clube das Esposas me perguntou agora há pouco quantos anos eu tinha e com quantos anos eu pretendia ter filhos.

A minha resposta:

“Aos 15, queria ter filhos aos 20.

Aos 18, queria ter filhos aos 25.

Aos 24, queria ter filhos aos 28. Aos 27, queria ter filhos aos 30.

Aos 29, quero ter filhos aos 30.

A beira dos 30, estou com medo de ter filhos aos 30. “

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Reclamação Ford

Hoje finalmente criei disposição para responder à pesquisa de satisfação da Ford pela internet e aproveitei para fazer a reclamação que estava engasgada.

Será que adianta alguma coisa?

Segue conversa no atendimento online:

Vanessa Vieira:
Bem-vindo(a), Thais Duarte Schmidt, você está se comunicando com o Centro de Atendimento Ford por meio de uma conexão segura. Em que posso ajudar?

Thais Duarte Schmidt:
Oi Vanessa. Já tive dois pequenos atendimentos agora há pouco. Mas resolvi escrever tudo e só mandar para vocês agora. Se trata de um desabafo sobre o meu atendimento na Ford Sempre Niterói, onde comprei meu novo Fiesta.

Thais Duarte Schmidt:
Acabei de responder a Pesquisa de Satisfação, mas infelizmente não pude escrever tudo que tinha para escrever. Gostaria de falar sobre o atendimento de pré-venda, venda e pós-venda.

Thais Duarte Schmidt:
Fui muito bem atendida no momento da pré-venda. O vendedor procurou descontos e brindes e fez um preço muito bom para o carro. Porém ele informou que não tinha carro disponível no estoque, mas que o carro que queria já estava a caminho, pois já tinha um pedido dele. A promessa era que o carro só chegaria 20 dias depois.

Thais Duarte Schmidt:
Informei que meu carro antigo (Ford Fiesta) seria usado na compra e o mesmo foi avaliado. Aceitei a avaliação e informei que gostaria de financiar o restante. Pedi que viabilizasse o financiamento com uma boa taxa. Isso foi feito pelo Unibanco e no mesmo dia voltei a concessionária para assinar o financiamento. Isto foi um sábado.

Thais Duarte Schmidt:
Ele me disse que caso eu quisesse vender o carro por fora até o dia da entrega do carro novo, que eu poderia fazer e no dia da entrega, eu ao invés de dar o carro antigo, daria o dinheiro. Disse que isso não alteraria em nada o processo de venda/financiamento. Neste momento, assinei um termo de que eu daria o valor do carro do carro antigo no dia da entrega. Como nunca tinha comprado um carro zero, entendi que isso era a promessa de que eu entregaria meu carro antigo no dia.

Thais Duarte Schmidt:
Paguei também valor referente a emplacamento, pois queria sair da concessionária com o carro emplacado, pois não teria disponibilidade para ficar voltando lá várias vezes.

Vanessa Vieira :
Bom dia. Senhora Thais, por gentileza, relate a sua insatisfação.

Thais Duarte Schmidt:
Na segunda, o vendedor me ligou informando que tinha conseguido o carro que eu estava comprando e que me entregaria na sexta-feira. Com todos os acessórios e emplacado.

Thais Duarte Schmidt:
Na quinta, como ele não tinha me ligado para falar sobre a entrega, liguei para saber o horário. Ele perguntou se eu tinha vendido o carro antigo e eu disse que não, que entregaria na entrega do carro novo. Nesse momento, ele me informou que por conta disso o financiamento teria que ser refeito, inclusive todo o processo de oficialização e emplacamento junto ao Detran. Achei aquilo um absurdo e foi nesse momento que começou o meu descontentamento junto a Ford.

Thais Duarte Schmidt:
Na sexta, ele me informou que tinha enviado o financiamento de novo e que eu poderia retirar o carro na terça seguinte. Sendo que eu já tinha programado uma viagem com o carro novo. Não pude viajar.

Thais Duarte Schmidt:
Na segunda a noite, ele me liga e me informa que o carro estava pronto e que eu poderia pegá-lo na terça.

Thais Duarte Schmidt:
Na terça pela manhã, liguei informando que iria pegar o carro durante a tarde, por volta das 15h.

Thais Duarte Schmidt:
De tarde, quando cheguei na agencia, fui informada que o carro não estava emplacado, como eu havia pedido e pago por isso. Fiquei chateada mas continuei com o processo de retirada do veiculo. Quando fui pagar os acessórios, fui informada que o sensor de estacionamento não tinha sido colocado pois estava em falta e só ia chegar na quarta de manhã. Ou seja, O CARRO NÃO ESTAVA PRONTO CONFORME PROMETIDO.

Thais Duarte Schmidt:
Nesse momento, fui reclamar com o vendedor que se sentindo ofendido, faltou com respeito com sua colega de trabalho (vendedora de acessórios) na minha frente. Gritou com ela dizendo que a culpa era dela e que ele não tinha nada a ver com isso.

Thais Duarte Schmidt:
IMPORTANTE: Pra mim, o vendedor era pra mim a pessoa que representava a FORD e devia zelar por tudo que foi acordado na entrega do carro: emplacamento, acessórios, etc.

Thais Duarte Schmidt:
O vendedor foi até a sala do gerente e logo depois o mesmo gritou para a vendedora de acessórios: "O que está acontecendo?" e chamou ela para a sala dele. Isso tudo falando alto e na minha frente. Não sei o que foi dito, só sei que ela saiu chorando da sala do gerente. Foi uma situação constrangedora.

Thais Duarte Schmidt:
Bom, cheguei na concessionária antes das 15h e saí de lá quase as 20h com o meu carro novo.

Thais Duarte Schmidt:
O carro não estava 100% limpo, com os tapetes sujos, plástico apenas no banco do motorista e vários plásticos grudados da lataria do carro (dentro da porta por exemplo), além de vários adesivos coloridos por dentro do carro.

Thais Duarte Schmidt:
Sai da agência e parei no posto de gasolina mais próximo para abastecer. Para minha surpresa, não tinha nada de combustível no compartimento de partida rápida e nada de água no compartimento que joga água no parabrisa. Coloquei água e abasteci o carro.

Thais Duarte Schmidt:
Na quarta, fui informada que o sensor de estacionamento havia chegado e na quinta, fui informada que a placa havia chegado.

Thais Duarte Schmidt:
Na sexta, fui na concessionária emplacar o carro. Resolvi apenas emplacar pois não queria deixar o carro para colocar o sensor, pois iria fazer a viagem que não tinha feito no final de semana anterior.

Thais Duarte Schmidt:
Lá, conversei com o chefe do pós-venda e informei sobre as condições que o carro saiu da concessionária e questionei se o checklist para saída teria sido feito realmente. Segundo ele, foi feito sim e não soube responder o porque de nem água o carro ter. Ficou de refazer o checklist quando eu retornasse com o carro para colocar o sensor.

Thais Duarte Schmidt:
Na terça seguinte (uma semana depois da entrega), levei o carro novamente na concessionária para colocar o sensor e para falar sobre alguns problemas que encontramos no carro, como segue:

Thais Duarte Schmidt:
1) Barulho no volante quando a seta está ligada. Independe do lado que vira o volante.
2) Embreagem: sensação de bolinhas (rolamento) ao passar a 2ª e 3ª marcha.
3) Barulho na frente do carro ao trepidar: normalmente acontece na primeira marcha quando o carro está com rotação muito baixa.
4) Barulho na parte de trás do carro ao trepidar – amortecedor: tututu
5) Barulho na parte de trás do carro – roda: acontece quando o carro está no ponto morto, andando devagar, sem aceleração ou frenagem.
6) 2ª marcha não engata de vez em quando: isso ocorreu várias vezes.
7) Protetor de carter parece estar muito baixo.
8) Acabamento do alarme precisa ser revisto: os fios coloridos estão a mostra no vidro da frente.
9) Cinto de segurança nem sempre retorna por completo.

Thais Duarte Schmidt:
De todos os problemas acima, apenas o item 8 foi resolvido. O item 5 tentou ser resolvido mas ainda ocorre. E todos os outros problemas foi dito pelo gerente do pós-venda que eram normais do carro. Como? O carro é zero! Não poderia ter todos esses problemas.

Thais Duarte Schmidt:
E agora ainda tem mais um: o sensor de estacionamento foi mal colocado e parece que está saindo.

Thais Duarte Schmidt:
Hoje já tem mais de um mês desses acontecimentos, mas sinceramente não tenho vontade de voltar lá para reclamar de mais nada.
Estou procurando um dia livre para levar na Barraford e falar sobre esses problemas, pois acredito que serei bem atendida e terei os problemas resolvidos, assim como sempre tive todos os problemas resolvidos do meu antigo Fiesta.

Thais Duarte Schmidt:
Gostaria de saber se existe uma forma mais eficiente de ter esses problemas resolvidos no meu carro novo, para que a imagem e a reputação da Ford melhore para mim.

Thais Duarte Schmidt:
Aguardo um retorno. Obrigada.

Thais Duarte Schmidt:
Recebeu todas as mensagens?

Vanessa Vieira :
Senhora Thais, sua reclamação foi registrada e será encaminhada à área responsável para as devidas providências a fim de evitarmos que situações como estas se repitam. Lamento o ocorrido e tenha plena certeza que este registro auxiliará a Ford a alcançar a excelência no atendimento e serviços prestados por nossos Distribuidores.

Vanessa Vieira :
Por gentileza, informe se no momento o veículo encontra-se em nosso Distribuidor.

Thais Duarte Schmidt:
Eles dão algum retorno?

Thais Duarte Schmidt:
Não. O veículo está comigo. Desisti de levar na concessionária. Porque o carro estava ficando mais lá do que comigo. E estava ficando irritada com o atendimento. Resolvi aproveitar o carro um pouco e pretendo levá-lo a outra concessionária, no caso a BarraFord.

Vanessa Vieira :
Senhora Thais, esclareço que o seu contato foi registrado para a ciência e providências internas da companhia, no entanto, não receberá um retorno. Solicito que, por gentileza, encaminhe o seu veículo a um Distribuidor Ford e, em seguida, retorne o contato conosco por meio do telefone 0800 7033673 ou atendimento on line e forneça: os dados do veículo (chassi, placa, ano, modelo, data de compra e quilometragem atual), os dados do proprietário (nome, cpf, endereço completo e telefones fixo e celular) e o Distribuidor em que o veículo estiver localizado (nome, localidade, número da Ordem de Serviço e pessoa para contato). Desta maneira, faremos um acompanhamento na análise de seu veículo.

Thais Duarte Schmidt:
Entendi. Vou fazer isso amanhã então. E retorno aqui para passar os dados. Devo levar na concessionária que comprei o carro (Sempre Niterói) ou posso levar em outra (Barra Ford Niterói)?

Vanessa Vieira :
Senhora Thais, poderá encaminhar o veículo ao Distribuidor Ford de sua preferência.

Thais Duarte Schmidt:
Tudo bem. Vou fazer isso. Outra coisa: você precisa dos dados do carro para essa reclamação que fiz ou só o meu nome, CPF e telefone estão suficientes?

Vanessa Vieira :
Senhora Thais, por enquanto, não será necessário que forneça os dados do veículo, no entanto, ao encaminhar o seu veículo ao nosso Distribuidor e retornar o contato para analisarmos o ocorrido, será necessário que informe todos os dados solicitados.

Thais Duarte Schmidt:
Ok. Essa reclamação gera algum numero de protocolo?

Vanessa Vieira :
Aguarde um momento, por favor.

Thais Duarte Schmidt:
Ok.

Thais Duarte Schmidt:
Continuo no aguardo.

Vanessa Vieira :
Obrigada por aguardar. Senhora Thais, o seu contato foi devidamente registrado sob número: 3260547.

Vanessa Vieira :
Posso auxiliar em algo mais?

 

 

 

Bom, vou levar o carro e ver no que dá.

Gasta-se dinheiro para não ter dor de cabeça e é o que mais se tem :-(

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Ser Feliz ou Ter Razão?

Oito da noite, numa avenida movimentada. O casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos. O endereço é novo, bem como o caminho que ela consultou no mapa antes de sair.


Ele conduz o carro. Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda. Ele tem certeza de que é à direita. Discutem. Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal-humorados, ela deixa que ele decida. Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado. Embora, com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno.  Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados.

Mas ele ainda quer saber:
- Se tinhas tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, devias ter insistido um pouco mais...
E ela diz:
- Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!

 

MORAL DA HISTÓRIA:

Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história, tenho me perguntado com mais freqüência: “Quero ser feliz ou ter razão?”.

Outro pensamento parecido, diz o seguinte: “Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam.”.

E ainda: “Às vezes, quando tudo dá errado acontecem coisas maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo.”.

(Ideal para o momento... o meu momento...)

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Seria TPM?

Sabe aquele dia que você acorda e nada parece dar certo?

Problema 1: Sono. Queria dormir mais, mas o celular me lembrava toda hora que eu tinha que levantar. Tudo bem que esse é um problema diário rs

Problema 2: Roupa para trabalhar. Sabe quando você olha o armário e não vê nada?! Tudo fica ruim. Serio: hoje bati meu recorde. Me troquei umas 6 vezes. Jeans, calça social, camiseta, blusa de manga. Tudo. E nada ficava bom. Só estou com calças largas (antes de emagrecer) e apertadas (de quando emagreci, mas como já engordei, elas estão apertadas). O jeans é a salvação da lavoura.

Problema 3: Sapato. Problema conjunto com o anterior. Na verdade, só estou com uma sandália mega confortável, que é uma rasteira (linda). Só que ela não combina com nada! O resto ou está destroçado ou comido pela Mel ou é largo (uns 4 ou 5 sapatos) ou está apertado e dói meu pé antes de sair de casa.

Acabei saindo de casa com uma calça jeans velha, uma anabela acabada pelo uso e pela Mel e uma blusa basicona de trabalhar. Não me achando nada atraente.

Todo esse processo levou horas. Sai de casa eram quase 10h.

Drama? Pode ser. Acordei doída.

Problema 4: Almoço com amigas. Estou há tempos marcando de almoçar com duas queridíssimas. Quando olho pela janela, um temporal. O almoço era perto pra elas e longe pra mim. Mas normalmente é assim pois posso voltar de ônibus, elas não. Desci e o temporal perdurava. Hunf. Não fui tomar sopinha na Colombo com elas :-(

Aí pelo menos acabei indo pro Botafogo Praia Shopping, almoçando no Livorno e depois tomando cafezinho com browne com os meninos lá da empresa. Menomale.

Ia malhar depois do trabalho, mas aí Eduardo resolveu vir pra casa, então vim com ele.

Problema 5: 1 semana completa sem academia. E o ponteiro só subindo. E as celus só tomando força. Aff.

Na volta, vim piruando e convenci o Eduardo a me ajudar a solucionar o problema 3. Eis que surge o…

Problema 5: Encontrar sandália ou sapato que fique bom nesse pezinho de anjo. Essa é uma tarefa árdua! Impressionante. Digamos que eu tenho pés 36,5 e super magrelos. Olha que delicia! Não sou nem 36 e nem 37, porque 36 fica apertado e 37 fica largo. Ninguém merece.

Nativa, Andarella, Arezzo, Antonela, Cássia, Sapatella, Ferni (antiga Leleco), … nada. Nessa última, eu até experimentei um sapato indicado por uma amiga e ficou mais ou menos. Meio apertado, meio alto nas laterais. Hunf.

Eis que surge na minha mente a imagem de um sapato antigo meu da Nativa que vi no fds na Via Uno. A questão era: onde é essa tal de Via Uno! A mente está falhando. Serio. Só pode ser a idade rs

Finalmente lembrei onde era (perto do cinema no Plaza) e fui lá.

Milagre 1: Nosssaaaaaaaaaaaaaa! Mil sapatos, todos perfeitos, todos dando em mim, todos confortáveis, atendimento impecável. Parecia um milagre divino. rs

As aquisições:

Igual ao que eu tinha da Nativa e que a Mel comeu. Confortável demais!

Paixão a 1a calçada! Super confortável e chiquérrimo no pé!

Adorei esse Peep Toe. Muito, muito confortável! Pro dia a dia mesmo.

Já respondendo às perguntas: Sim, estou numa fase marrom. Continuo na bege, mas voltei para a marrom/caramelo :-)

Milagre 2: Eduardo pagou oS sapatoS!!! Sim porque quando eu encontro o que dá em mim, compro em lote rs Comprei 3 sapatos: um igual ao da Nativa (eles forneciam pra Nativa), um abertinho na frente e um mega alto lindo e mega confortável!!!

Quando saí da Loja, virei pras meninas e disse: “Quando eu chegar lá fora, estará um temporal.” rs Eduardo fazendo graça assim ou é milagre ou tá devendo rs

E não é que pouco depois que chegamos em casa (uns 5 minutos depois que saímos do shopping), não caiu um temporal?! Tive que zoá-lo rs

Sempre disse que não tinha TPM, mas agora estou tendo certeza que tenho sim, pois estou para ficar mestru. O mau humor que me assombrou de manhã não me pertencia! Não sou assim! Sou reclamona, mas mal humorada não! Ainda mais por motivos mega banais!

Total coisa de mulherzinha mesmo rs

Vou até dormir feliz hoje :-)))

terça-feira, 31 de março de 2009

Quando, o que fazer e por que fazer

Recebi um e-mail, não sei de onde, com as dicas abaixo. Tudo que a gente já sabe, mas achei bem interessante.

Coloquei mais ou menos na ordem dos acontecimentos da minha vida: café, lanche manhã, malhação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

psd_13_12psd_13_17psd__17psd_13_16psd_13_15 psd_13_19psd_13_20psd__16 psd_13_18

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Carnaval

Carnaval pra mim sempre foi sinônimo de viagem, praia, sol e diversão. Se tiver carnaval é um plus! Pode ser bloco, pode ser funk. Qualquer coisa que anime a galera.

Se não me falha a memória, 90% dos meus carnavais foram em Cabo Frio. Há quem olhe com maus olhos aquela cidade, mas eu sinceramente amoooo! Até mesmo no Carnaval ou em qualquer data festiva, quando a mesma fica insuportável para a maioria. Sempre passei férias por lá. Meu avó era de lá. Tenho familiares lá. Família toda gosta de ir pra lá. Férias, feriado, carnaval. Sempre por lá. Ultimamente, por problemas financeiros, temos ido muito pouco a Cabofe. As últimas vezes fui pra casa dos pais do marido de uma amiga. Meus pais não vão lá há tempos.

Mas voltando ao Carnaval…

Um ano em Salvador, outro em Búzios. Depois que conheci Eduardo, um foi no ES, na casa de praia da mãe dele em Piúma, outro em Floripa (booommmmm demais!), outro em Maricá com uns amigos e ano passado aqui em casa, sozinhos. Hunf.

Fomos à praia no sábado e perdemos o Cordão do Bola Preta. O único bloco que realmente prestou ano passado. O único porque foi o único dia que não choveu. Todos os outros dias choveu muuuiiito! Na terça, a chuva parou um pouco e ainda conseguimos ir no Carmelitas e depois no Se Melhorar, Afunda, aqui de Nikiti. Mas sem grandes animações. Éramos só nós dois.

Mas sabe quando chega a quarta de Cinzas e você tem aquela sensação de vazio, de não ter feito nada? Pois então, assim me senti.

Para meu pavor, esse ano ficarei em casa. De novo. Desta vez, alguns amigos disseram que ficariam aqui em Niterói. Que iremos a blocos, à praia, faremos churrasquinho e tals. Mas será?

Ontem uma amiga sumida, que estava por SP, me ligou, dizendo que estava por aqui e me propondo que fôssemos para Recife. Noosssaaa! Fiquei toda animada! Temos milhas e só restaria ver o hotel. Hoje nos falamos de novo. Ela viu uns preços e eu vi outros em algumas operadoras. Animadinhas que só nós rs

Fomos ao Outback tomar um chopinho (e comemorar, mal sabia eu que antecipadamente) nossa ida pra Recife. Pensamos nos blocos, na folia, em comprar uma fantasia!

Mas do outro lado da mesa, estava o noivo dela. Ex-rato de Salvador, avesso atual aos fervos. Querendo nos convencer que bloco em Recife ou no Rio é tudo a mesma coisa. Pode até ser, mas como não conheço Recife, juntaria o útil ao agradável: conhecer um novo lugar e ainda pular Carnaval. E fora que tem tudo que eu gosto em um Carnaval, como disse antes: viagem, praia, sol e diversão. Os blocos seriam um plus!

As preces dele parecem ter sido ouvidas. Pelos menos para a minha desistência à viagem. Vou explicar… Quando cheguei em casa, toda serelepe, fui mostrar pra Eduardo os valores do hotel em Recife para 4 ou 7 noites. Como temos milhas, só teríamos que nos preocupar com isso. Teoricamente.

Quando, para minha surpresa, Eduardo faz uma cara de mega chocado com os valores e diz: “Impossível!”.

“Meu mundo caiu”. Agora que estava achando que ia finalmente viajar nas minhas férias, fazer algo que valesse realmente a pena, ele foi lá e tirou a bala Juquinha da criança aqui.

Pra algumas pessoas que confessei a minha decepção por ter tirado férias sozinha, por não ter tido companhia nesses 30 dias, por não ter feito nada de útil nas férias, por não ter viajado e ainda por cima por passar Carnaval em casa, acham que eu estou exagerando, que reclamo demais da vida. Segundo Eduardo, eu deveria ter nascido rica. Mas sinceramente, fico triste e mal mesmo. Não gosto de ficar em casa, de ver a vida passando e eu parada, de mãos atadas. Me deixa mal. Deprê confessa.

Bom, “o que não tem remédio, remediado está”. Amanhã completam os meus 30 dias de férias, mais mal aproveitadas que tive. Que venha o Carnaval. Seja o que Deus quiser! E segunda, dia 2, volto à minha rotina de sempre: casa-trabalho, trabalho-casa.

Hunf.

(Tristinha)

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Metida, fresca… eu?!

Ontem fui a um Chá de Bebê de uma amiga do Clube das Esposas. Lá em Jacarepaguá.

“E Jacarepaguá é longe pra caramba
Jacarepaguá só se eu tiver de carro
Jacarepaguá só se eu tiver na Barra
Se não não vou nem se amarrado”

Impressionante como tenho ido frequentemente pra lá. Tem um povo bom morando por lá. Família, amigos.

Mas então… Chegando lá, encontrei ainda na rua duas amigas queridíssimas e o marido de uma delas. Como uma mora em Jacarepaguá e a outra em Itaipuaçu, perguntei logo se uma tinha passado na casa da outra para buscá-la. Ai que me disseram estavam vindo de um enduro.

Enduro a pé. Trilhas, mapa, equipe.

Quando teve o curso inicial, era véspera de uma corrida e achei melhor não ir. E não me lembro agora, mas tinha algum compromisso. Sei que não fui e depois elas não falaram mais do tal enduro.

Outro dia, uma delas me encaminhou um e-mail sobre uma caminhada. Não vi grandes movimentações (de e-mails). Um dia antes perguntei se ia rolar ou não. Ai uma delas respondeu dizendo que não ia porque ninguem tinha confirmado e ela tinha marcado outro compromisso.

Queria ter ido. Já estava de férias, de bobeira. Mas enfim…

Quando questionei o porquê de não terem me chamado, elas disseram que estavam até conversando sobre isso indo pra lá. Elas acham que eu não iam gostar, que não tem nada a ver comigo.

“Como assim?”

Pelo que entendi, me acham fresquinha e que eu não iria querer ficar fazendo trilha, passando no meio do mato, escorregando, me arranhando e tal.

“Mas de onde vieram essas suposições?”

Não sabem. Mas acham que eu não gostaria.

Ou seja: Pré-conceitos! Elas formaram uma imagem da minha pessoa e simplesmente assumiram que eu não gostaria de participar desse tipo de evento.

“Mas por que acham isso?”

Fiquei pensando sobre a imagem que passo da minha pessoa. Será que passo que sou fresca, metidinha, chatinha?

Na verdade sou isso tudo mesmo rsrsrs Mas gosto de experimentar as coisas, fazer coisas diferentes.

Quando era mais nova, fazia muita trilha, acampava, passava perrengue. A idade passou, as companhias mudaram e nunca mais fiz nada disso.

Mas isso não quer dizer que eu não goste!

Não gosto de ser rotulada por uma coisa que não é verdade. Se eu já tivesse ido e tivesse sido chatinha, eu até concordaria de acharem isso… Mas não foi o caso.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sex Appeal

Assisti no Discovery, na segunda-feira, um documentário chamado “Ciência do Sex Appeal”. 2h e meia, acho, falando sobre como homens e mulheres se sentem atraídos ou demonstram serem sensuais.

Uma coisa interessante, que eu já tinha notado, mas que agora vi que é cientificamente comprado, a mulher, quando ovulando, se comporta muito mais sexy do que o normal e chama muito mais atenção dos homens.

Quando estamos ovulando, o corpo está preparado para procriar. Por isso nos tornamos mais sexy para atrair os homens a fim de obtermos sexo.

Deve ser por isso que quando estou ovulando sinto uma enorme vontade de dar fazer amorzinho…

Outra coisa interessante, foi dizer que a mulher casada, comprometida, com parceiro fixo, quando sai sozinha com uma amiga, se “faz” muito mais sensual do que normalmente é. Talvez porque queria provar para si mesma que ainda pode conquistar ou algo assim.

Que meu marido não leia isso! Ele já odeia que eu saia com minhas amigas sem ele, imagina se ler isso! rs

Ah! E outra: a mulher tende a procurar pessoas biologicamente diferente delas. A tal parada do incesto. Quanto mais diferente for, mais evoluído geneticamente será o novo individuo formado. Ou seja, tendo filho com um cara bem diferente geneticamente, este tende a ser uma pessoa mais evoluída, com menos doenças, essas coisas.

E a mulher identifica essa diferença genética no parceiro pelo cheiro! Se o cheiro do homem, do suor dele, lembrar o do irmão ou do pai, ela instintivamente se afasta desse homem. Bizarro né?!

Pensando assim, vejo o porquê escolhi Eduardo: meu pai e irmão são morenos, com pêlos, adoram praia e boemia X Eduardo é branco, careca, quase sem pêlos, odeia praia e bebe cerveja só porque aprendeu que socialmente é legal tomar uma cervejinha de vez em quando. Ou seja: completamente diferentes!

Será que nosso filho será geneticamente evoluído? rs

E pras meninas que buscam o corpo ideal, segundo a pesquisa, o corpo que mais atrai os homens é o que tem uma cintura com 70% do tamanho dou quadril, ou menor. Ou seja: mulher cadeiruda com cinturinha. Mas o legal é que não precisa ser magrela e sim manter a proporção! Se tem 1m de quadril, ter 70cm ou menos de cintura é o ideal. Se tem 1,20m de quadril, tem que ter 84cm ou menos de cintura.

É claro que saí da frente da TV e fui me medir. E vi que estou com uma proporção acima do esperado :-S quase 80%! Vou ter que afinar essa cintura!!! rsrsr

Mas antes de se preocupar com a proporção, a pesquisa disse também que a primeira coisa que o homem olha nas mulheres são os peito! Quanto maiores, mais atraentes para eles.

Tô fudida! Com esse peitinho –1 que tenho, não chamo a atenção de ninguém rs Por isso nas próximas férias tenho que por meu silica! rs

Eu gosto desses programinhas científicos sobre coisas cotidianas. Gosto de livros também.

Uma vez, um amigo da faculdade me emprestou um livro chamado “Como fazer alguém se apaixonar por você”. Ele era todo baseado em estudos científicos.

Lembro que ele falava em PAP: Parceiro Amoroso em Potencial. E dizia que o PAP devia morar a no máximo 2 quadras da sua casa. Na época achei isso engraçado, mas se você parar para pensar, a gente acaba se relacionando melhor com pessoas que convivemos mais ou que pelo menos temos facilidade de convivência.

Conheci Eduardo no trabalho. Passávamos 8 horas por dia juntos! Era como se ele morasse a menos de 2 quadras da minha casa rs Quando ele morou em POA, vimos que a distancia é uma merda horrível! Não dá certo, estressa, faz se sentir só.

Falava outras coisas interessantes, mas na época parei de ler e emprestei o livro para uma prima, depois para uma amiga, e essa jura que já me devolveu o livro. Enfim, sumiu!

Quem sabe não compro um dia desses…

(Inspirada no Valentine`s Day)

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Magrela ou "desmalhada”?

Dia de praia. Lindo.

Bonitona chegou na praia as 14h e o casal de amigos já estava indo pra casa (de praia) fazer churrasquinho.

Nada de praia.

Banho de chuveiro + piscina de 1000 litros + mais sol no quintal. Domingão de sol. Isso a 200 metros da praia. O que não fazemos pelos amigos? rs

A parte boa? Amigos + churrasco + cervejinha bem gelada.

A parte ruim? Muitas calorias rsrsr

Saldo? Adoroooooooooooo!

Ai chego em casa, o vicio me chama e vendo o Fantástico, resolvo entrar na internet.

“Você está magra demais. O mal das mulheres é o exagero. Quer emagrecer e emagrece demais!“, frase de um participante do churrasco

Mais eu estou acima do peso que deveria estar! Tenho 1.66m. Estou pesando 61kg (ou estava, antes desse fim de semana de engorda). Era pra eu estar com 56kg, segundo meu médico.

Mas já percebi uma coisa: quando estou malhando, perco gordura, ganho massa magra, fico com pernão, bunda, com peso baixo e ninguém fala que estou magrela.

Isso foi um aviso né?! Preciso voltar a malhar! Primeira providência do dia de amanhã! Tem que ser!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Presentinho Virtual

A Tati me deu esse selinho aí. Muito fofo né?!

A Tati é um amor de pessoa! Linda, adora malhar e é quem me dá apoio nas minhas crises dos 30 rsrsr

Troféu do AmigoO Troféu do Amigo!

Esses blogs são extremamente charmosos.

Esses blogueiros têm o objetivo de achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover.

Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas.

Regrinha: Entregue esse troféu para oito blogueiros que devem escolher oito outros blogueiros e incluir esse texto junto com seu troféu!

Fugindo à regra, dedico a todas as minhas amigas que sabem que eu gosto muiuuuiiiito delas.

Retrospectiva do meu cabelo

Entrei no meu Fotolog e peguei algumas fotos que marcaram o meu cabelo.

Faltou foto de quando eu tinha 15 anos. Foi a primeira vez que fiz besteira no cabelo rs Passei o verão em Saquarema, passava agua oxigenada com neutrox 2 na praia! Ficou lindo! Ai cansei do loiro e passe Casting cobre acobreado (?!?). Fiquei que nem a moranguinho. Não tenho fotos aqui em casa dessa época. Só na casa dos meus pais.

Depois dessa cagada, passei casting escuro e depois deixei crescer e ficar natural (= morena).

As fotos que seguem foram tiradas a partir dos meus 23 anos. Pra ver o Mês/Ano das fotos, é só posicionar o mouse em cima da foto.

Fev/2003Nessa época eu fazia relaxamento. Não alisava não. Maio/2004 Jun/2004 Ago/2004 Set/2004Escurecendo o cabelo… Mai/2005 Jun/2005 Fase mais escura com tintaAgo/2005  Nov/2005A partir daqui passei a alisar. Abril/2006Jun/2006 Set/2006Jan/2007 Jan/2007  Mai/2007Mai/2008Set/2008

A atual tá no último post.  

Eu mudo a cor, pq o corte não dá pra mudar muito por conta do alisamento.