sexta-feira, 27 de junho de 2008

Doze Conselhos para Ter um Infarto Feliz

Há muito não posto, eu sei. Por falta de tempo. Mas fiz questão de vir aqui e postar esse texto que recebi hoje por e-mail. Não sou de ficar repassando e-mail, mas achei esse interessante e a ver com o momento.

"DOZE CONSELHOS PARA TER UM INFARTO FELIZ:
por Dr. Ernesto Artur - CARDIOLOGISTA


Quando publiquei estes conselhos “amigos-da-onça” em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente.

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias;

2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos;

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde;

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem;

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões,
simpósios etc.;

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios
ou fazer reuniões importantes;

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis.
Afinal, tempo é dinheiro;

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro;

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo;

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e antiácidos. Eles vão te deixar
tinindo;

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre Deus, a vida e o que você
faz dela."

E estou feliz! Férias marcadas e aprovadas!
22/01/2009 a 20/02/2009, emendando com o Carnaval que é dia 24/02/2009 (terça).
Agora é só planejar o que fazer!

Essas férias são tão esperadas, tão desejadas... Tem tanta coisa pra fazer... tanto lugar para conhecer...

E o silica? :-p

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Cartinha de Amor

Já disse em alguns posts atrás que a irmã do Eduardo mora em Londres. Ela está no Brasil há uns 2 meses. Veio colocar peitolas rs
Eduardo e Luciana tiveram uma relação desde a infância de amor e ódio rs Hoje são super amigos. É legal isso.
Eu não sou amiga do meu irmão. Na verdade, quase sempre a gente briga. Raríssimas as vezes a gente fica na boa rs Mas nunca ficamos sem nos falar. Briga agora e daqui a pouco está se falando rs

Mas então... Por que estou falando isso? Porque na terça a noite, Eduardo virou para mim e disse que tinha impresso cópias dos livros dele (sim, ele escreve, já tem 2 livros fechados e está no terceiro) e feito dedicatória para ela. Disse que ficou emocionante, que amiga dele do trabalho, a Cris, tinha até chorado.

Aí eu, como todo mulher chata e ciumenta, falei: "Poxa... Nunca escreveu para mim..." Na verdade ele já escreveu, mas faz tempo...

Eis que chego aqui no trabalho ontem e tem um e-mail dele.

"Dizem por aí que a pessoa, na hora da sua morte, fazem uma análise de toda a sua vida.

É nesse momento que ela percebe quantas mancadas deu, quantas oportunidades perdeu e quantas coisas não fez. É engraçado como essas “lendas urbanas” são pessimistas. Eu, por outro lado, acredito que, na hora de eu caminhar para a luz, pensarei nas coisas positivas, alegres, nas coisas que, garanto, me fizeram feliz. Posso pensar nas pessoas legais que conheci e nos amigos que fiz, e, claro, lembrarei de você.

Lembrarei do nosso primeiro abraço, mesmo como amigos ainda.

Lembrarei do nosso primeiro beijo.

Lembrarei da nossa primeira saída, nosso primeiro filme no cinema.

Lembrarei do nosso primeiro lar e como estávamos felizes em adentrar aquele lugar.

Lembrarei do nosso primeiro cachorro e como lidamos com toda a bagunça daquela pimenta.

Lembrarei da nossa primeira mesa, mesmo que da cozinha. Como ficamos felizes com aquela mesa!

Lembrarei do nosso casamento atrasado, do nosso primeiro filho!

Lembrarei de como choramos na minha formatura, na formatura de nosso filho!

Lembrarei das viagens, das tardes de domingo no sofá, juntos, sempre juntos!

Lembrarei da nossa velhice, sempre inseparáveis...

Não lembrarei das discussões, brigas ou dificuldades e, sim, de como o companheirismo e o amor nos fez sair bem de todas elas. Ah, o amor... como poderia esquecer do amor que sentimos um pelo outro, desde o primeiro item descrito acima? Ele é infinito e verdadeiro, impossível de se esquecer ou se perder, um sentimento puro. Com certeza, pensando no amor, poderei encontrar minha mãe e meu pai, lá em cima, e dizer com um largo sorriso: eu era completo.

Te amo, ontem, hoje e pra sempre."


Eu sei que foi sob pressão kkk Mas amei!

Respondi assim:
"Isso quer dizer que vamos casar? :-)
Que vamos ter um filho? :-)
Que vamos viajar mais? :-)
Que vamos ficar velhos juntinhos? :-)
Que vamos ter outro cachorro? (?!?!?! :-p)

Isso quer dizer que vc me ama? :-)"



Eduardo raramente diz que me ama. No dia dos namorados, ele disse ;-)


Resposta dele:
"É, isso tudo! rsrs
E o cachorro eu escolho! Rs

Gostou?"



É óbvio que gostei!!!

Apesar de ter escrito forçado, adorei!
Estava meio desanimada, de TPM. Receber um e-mail desses só fez bem para mim, me deixou alegre, mais animada!
E melhor: me senti amada :-)

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Passeio na rua com Mel

Passear na rua com a Mel é um jogo de paciência, força e muita cara-de-pau.

Paciência: anda quando quer, corre quando quer, pode chamar a vontade que não pára de cheirar o chão. O Beagle é um cão farejador. A Mel é uma farejadora. De sujeira! Aff. Como gosta de lixo, coco, coisa suja...

Força: como ela anda quando quer e nem sempre estou com tempo para esperá-la, tenho que ficar puxando a coleirinha ou então pegando a criatura no colo. Ela tem 5 meses e pouco, mas já está muito pesado. Porte médio. E ainda vai crescer!

Cara-de-pau: dada que só ela, pula em cima de todo mundo, lambe as pessoas, fica cheirando o fiofó de todo mundo. E eu atrás: "desculpe... desculpe...". Se derem corda para ela então, aí que ela faz festa mesmo! Pula, morde, acha que tá em casa rs

Estamos saindo com ela desde o feriado, quando ela ganhou a coleirinha. Isso porque depois que ela voltou de BJI, ela ficou meio que em depressão: um quintaozão gramado por um apartamento não faz bem a cachorro nenhum, principalmente a um Beagle, um cachorro com energia para dar e vender.

Ela ainda é bobona e não sabe se comportar direitinho na rua. Vamos ver daqui a pouco como fica rs.

Fotinho que tirei ainda agora antes de sair com ela para passear (ela ia passear e eu ia ao banco :-p)


A foto de depois não rola. Eu estava mega suja de tanto pegá-la no colo para atravessar rua (ela gosta de empacar no meio da rua rs) ou então para tirá-la de cima dos outros rs

Fotinho dela roncando aqui do meu lado agora rs

quinta-feira, 12 de junho de 2008

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama - Eu fui!

Minha Primeira Corrida de Rua

Ontem foi um dia especial para mim: minha primeira corrida de rua num evento!

Participei da Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama aqui no Rio, no Aterro do Flamengo.

Pena que eu não foi oficial. Me arrependi tanto...
Mas amei! Achei ótimo!
Me superei!
Andei 1km e corri 4km. Motivo de comemoração, não?! ;-)

Mais detalhes sobre o meu desempenho no blog do Desafio de Corrida!

Tenho postado sempre meu despenho nos treinos lá. Quem quiser, passa lá e dá uma olhadinha.


A galera

Foi uma galera. Eu e Eduardo, Lu e Dario, Kely e Waldir, mais alguns familiares e amigos do Waldir. Show!
Eduardo, Dario, Waldir e Waldir pai correram. O resto foi de caminhada.
Achei o máximo quando vi o pai do Waldir chegando benzão depois de correr 5km. Ele tem 53 anos. Deu banho em muita gente!

Ordem de chegada:
1 - Waldir - 24 minutos! Sinistro o menino!
2 - Eduardo e Dario - andaram juntinhos o tempo todo rs - 36 minutos mais ou menos.
3 - EU - 38 minutos.
4 - Waldir Pai - 41 minutos
5 - Lu - 50 minutos
...

O resto eu não sei. Mas sei que demoraram rsrsr

Muito legal mesmo!
Quando tiver foto, mostro por aqui.


O evento

Super bem organizado, sem confusão, muito família!
O dia estava lindo, então contribuiu muito para que fosse perfeito.
Teve medalha e tudo!!! Até para quem caminhou ;-)


O próximo evento

A Empolgada aqui está doida para correr de novo rs Só que agora pra valer!
Um amigo me chamou para ir no EcoRun (http://www.ecorun.com.br/). Tem de 5k e 10k.
A vontade está demais... Mas vou pensar!


The Day After...

Tudo muito bem. Dores daqui, dores dali. Mas nem tanto. Tanto que fui para a academia e fiz: 10 min caminhada + 30 minutos de corrida + 10 min caminhada. Bom né?! :-)