segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Tentando os florais

Sexta, quando fui na dermatologista, pedi a ela o floral que ela tinha me prometido na consulta anterior. Mandei fazer na sexta e peguei no sábado. E comecei a tomar ontem. Meio vidro (15ml) já de cara! E agora continuarei de 6x ao dia 4 gotinhas debaixo da língua.

Por que pedi? Disse que estava muito cansada, meio desanimada e com libido baixa, por conta daquele hormônio ainda… Ai ela disse que um floral poderia ajudar. 

O floral passado por ela contém: Rescue Remedy + Impatiens + Chamomile + Elm + Olive + California Wild rose + Lady's Slipper + Hibiscus. Esses 3 últimos são florais californianos e os outros florais de Bach.

Vou postar o que é dito sobre cada um deles, até mesmo para eu perceber se as melhoras estão acontecendo. Hoje apresentarei apenas o Rescue Remedy, pois o que achei sobre ele é bem grande. Amanhã, apresento o restante.

Coloquei em vermelho o que acho que cabe ao meu caso.

“O Rescue Remedy é indicado para situações de emergência, tais como: acidentes, perdas, choques emocionais, estresse, antes do parto, antes de um exame importante, no recebimento de notícias ruins - de morte, aborrecimento familiar, etc. O Rescue Remedy não substitui o atendimento médico; ele somente ajuda o paciente a estabilizar e acalmar as emoções durante o trauma.

O Rescue Remedy é a essência floral mais conhecida do mundo e uma das mais indicadas pelos profissionais de várias áreas da saúde.

» Utilizações Específicas

1. Em ginecologia e obstetrícia: na gravidez ajuda a lidar com a ansiedade, enjôos, dá equilíbrio e limpa os medos. Para o abortamento espontâneo ou não. Nas cólicas menstruais, melhora a dor, diminui o inchaço e a retenção hídrica.

2. Em odontologia: pacientes com medo ou pânico; ajuda nas cirurgias diminuindo o sangramento e ajudando na cicatrização.

3. Para antes dos exames (de carro, vestibular, faculdade, etc), entrevistas, palestras, apresentações em público, etc.

4. Em plantas e animais domésticos e silvestres: melhorando a qualidade de vida. Limpando traumas de animais, sustos por diversos motivos, entristecimento por perder o dono; eliminando pulgões e outras pragas das plantas.

5. Para situações de perda na família, um acidente grave, desmaios, traumas, choques emocionais, tranquilizando o paciente.

» Componentes do Rescue Remedy (5 essências)

» Clematis (Clematis Vitalba)
Sonhando acordado, indiferença, inconsciência, desatenção e escapismo. Para a tendência de desmaiar e sensação de estar muito longe, que freqüentemente antecedem a inconsciência.

+ Aspectos Positivos:
Interesse vivo em tudo, inspiração. "Pé no chão".

- Aspectos Negativos:
Sonhadores, vivem sonhando com o futuro. Indolência e desinteresse. Apatia, desatenção. Vive desligado. Escapismo.


» Cherry Plum (Prunus Cerasifera)
Medo de colapso mental e de perder o controle da mente. Para ter o controle da situação e ver com mais clareza a saída.

+ Aspectos Positivos:
Coragem tranquila com quietude, controle em situação extrema pressão mental.

- Aspectos Negativos:
Colapso em relação ao controle mental. Medo de perder o controle e prejudicar alguém ou a si mesmo. Temperamento vicioso.


» Impatiens (Impatiens Glandulifera)
Impaciência. Minimiza a tensão, pois quando a pessoa não relaxa a mente fica inquieta e irritadiça.

+ Aspectos Positivos:
Compreensão e paciência com o demais.

- Aspectos Negativos:
Irritabilidade e impaciência com pessoas mais lentas, ansiedade e tensão mental. Rapidez no pensar e no agir.


» Rock Rose (Hellianthemum Nummularium)
Pavor, terror, medo extremo ou pânico nas situações de emergência.

+ Aspectos Positivos:
Coragem heróica. Desprendido de si próprio.

- Aspectos Negativos:
Medo ao extremo, terror e pânico. Emergências graves.  


» Star of Bethlehem (Ornithogalum Umbellatum)
Efeito retardado de choque mental, emocional e físico. Ajuda a acordar do trauma emocional, do entorpecimento.

+ Aspectos Positivos:
Corpo e mente livres de tensão e resquícios de trauma.

- Aspectos Negativos:
Para os efeitos de perda ou choque físico, mental ou emocional. Necessidade de ser consolado por grandes perdas e traumas. “ 

(Fonte: http://www.florais.com.br/si/site/1020)

Vou ficar de olho tentando perceber as mudanças :-)

sábado, 29 de agosto de 2009

Vai um cafezinho ai?

Acabei de ler um e-mail desses que a gente recebe e deleta rs que falava sobre os benefícios do café. Vi outro dia também no Globo Reporter e achei o máximo, porque adoro um bom café. Sim, bom café, porque café como o que tomo lá na empresa, ninguém merece.

Benefícios do café

Café bom é aquele que a gente faz em casa, quentinho, do nosso jeito. Ou então café expresso da kopenhagen, Saraiva ou daquela cafeteria chique, que as vezes o café nem é tão bom, mas o ambiente já o torna ótimo!

Fiquei 21 dias sem tomar café. Não sei. Achei que poderia melhorar alguma coisa na minha saúde. Dizem que café em excesso dá celulite. Vai saber. Só que como estava tomando muito café, achei melhor me privar dele por um tempo. Dizem que 21 dias são suficientes para você adquirir um novo hábito. Deve ser só adquirir né?! Porque perder, acho que não funcionou. Depois dos 21 dias, tomei um café daqueles e me deliciei. Ô coisa boa!

O grande lance é que gosto muito de café com leite também. O problema é que fui vetada de tomar leite. Impressionantemente por dois médicos no mesmo dia seguidamente. Cuma?

Primeiro a dermatologista pediu para eu cortar o leite e substituí-lo por suco de laranja, acerola, qualquer fruta com boa concentração de vitamina C. Estou com deficiência de ferro. Porém como sempre feijão, beterraba, etc, ela disse que está faltando então vitamina C na minha alimentação para poder assimilar o ferro que como. E não é que não ingiro quase nada de vitamina C?! E outra coisa que ela disse que eu já sabia também: pessoas que tem rinite alérgica não devem ingerir leite, porque aumenta a produção de muco. (Isso também falou outro dia no Globo Reporter… Acho que estou ficando em casa demais as sextas a noite…)

Sai de lá média convencida de não tomar mais leite. Até que em seguida fui para o Ortomolecular, que olha os meus exames e o meu percentual de gordura imeeensoooo e diz: “Você ainda está tomando leite?”. Então, um dos motivos foi o mesmo: trocar por vitamina C. O outro foi por conta da quantidade de gordura do leite. Segundo ele, também não vale a pena trocar por leite de soja, porque “não tem nada de bom”. Choquei. Mas enfim… Sem leite por um longo período.

Então, terei que me deliciar com sucos e, é claro, com meu cafezinho santo de cada dia. Tomara que eu consiga ;-)

Café & Calorias

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Crises Existenciais – Por quê?

Hoje estou num momento profundo de crises existenciais. Parece que tudo que vejo, que leio, que ouço, me fazem refletir sobre algo. Essa proximidade com o dia 08 de Dezembro está me deixando perturbada… 30 anos tem um peso, uma força estranha. Por que será? Parece que os 30 são um marco do tipo: ou você deu certo ou não deu. A sociedade impõe e como faço parte dela, acabo pensando assim também.

Vários assuntos me atormentam: gravidez, casamento, casa, trabalho, meus pais, entre outros secretos (a vezes tão secretos que nem eu mesmo consigo entender). Mais ou menos nessa ordem.

Parece que todo dia aparece uma amiga ou conhecida grávida. Ou mulher de conhecido grávida. É impressionante. E o pior: minhas amigas mais próximas ou estão grávidas ou querem ficar ou já tem babies. Como pode? Me sinto um ET.

Hoje mesmo estava conversando com o marido sobre uma das amigas que acabou de saber que está grávida e não lembro porque eu falei assim “Como eu nem sei se terei filho…”, meio tristinha. Ele virou e falou “Está querendo participar também né?! Ficar grávida pra não ficar fora das conversas né?!”… Eu nunca tinha pensado nisso! Mas isso é sério! Todas falarão de filhos! E eu?

Complexo. Mas o medo persiste. O medo de não ser a hora certa. Mas também persiste o medo da hora certas nunca chegar. Ou da hora certa passar e eu nem ver… Enfim…

Daí surgem todos os outros questionamentos:

  • “Como posso engravidar se nem sou casada?” – pra quem não sabe sou a famosa “juntada”.
  • “Como posso engravidar sem ter uma casa?” – moro de aluguel.
  • “Como posso engravidar se Eduardo ainda faz faculdade?” – Será que eu deveria me chamar Monica? rs

Na verdade a ordem natural das coisas ou a ordem socialmente correta das coisas seria:

  • Marido terminar a faculdade, porque a minha eu já terminei há séculos e já estou querendo ir pra segunda pós.
  • A gente comprar uma casinha – mas como? Niterói está mega inflacionando o mercado de imóveis! Ai lembro do Gustavo Cerbasi e penso: se eu tiver pagando até 8% do valor do imóvel, estou no lucro. Eu só esqueci de ver se 8% do valor do imóvel cabe sem problemas no orçamento rs Mas isso é só um detalhe rs
  • A gente casar – casar de casar mesmo: papel, igreja, vestido, véu, grinalda, festa, convidados, bem casados, prosseco (hehe)
  • Ai sim, engravidar né?! Depois de alguns anos de convivência, viagens que só dão pra fazer sem filhos, essas coisas.

Viagens são outro ponto que esqueci de falar. Tem mil lugares que gostaria de conhecer antes de filhos! Essa é a parte do “curtir muito, viajar muito”… Conhecer a Disney, a Europa, os lugares que temos vontade de conhecer, que com filhos, fica complicado. Não pelas crianças em si, mas pelo orçamento mesmo, depois de ter filhos, que fica bem mais apertado.

Tem meus pais. Que são viraram meus filhos financeiramente falando e que não sei o que fazer. Uma preocupação a mais. Isso é um assunto longo, para outro post.

E o meu trabalho, que também é um assunto para outro post (ou outro blog, ops rs). Aos 30 achei que ganharia mais, teria um cargo melhor, estaria exercendo uma função diferente da que tenho hoje: peão de obra. Noites trabalhando, estresse total.

As vezes me pergunto porque não escolhi uma profissão de mulherzinha? Uma que me desse tempo de ir à academia, ao salão, à aula de dança, ao inglês, espanhol, francês e alemão. Coisas de mulherzinha. Mas não. Meu lado homem foi mais forte e escolheu uma profissão mega machista, super raladora e que está me deixando de lembrança muita ruga no rosto e um problema de coluna daqueles, de tantas horas na frente do PC, além de vários problemas hormonais por conta do estresse.

Mas daí eu viro e penso: “O que eu faria diferente?”. Não sei! E fora que adoro o que faço, apesar dos pesares. Que coisa né?!

E daí eu viro e me pergunto sobre tudo isso que eu escrevi ai em cima: “O que eu faria diferente?”. Não sei! Só sei que não posso reclamar da vida ;-)

domingo, 16 de agosto de 2009

Antes tarde do que mais tarde

Ouvi essa frase hoje de um rapaz que estava no programa da Xuxa concorrendo com uma paródia. Ele queria 10 e deram 9. Ai depois vieram dois 10!

Bom, esse 10 na verdade não tem nada a ver com o meu post. Na verdade, só tem a ver com eu ter levado um susto, ter visto que demorei demais pra agir, mas que é melhor agir agora do que depois. Antes tarde do que mais tarde!

Enfim…

Sexta voltei ao meu ortomolecular.

Motivos:

  1. Engordei de novo.
  2. O corpo parece ter cada vez menos massa magra e mais gordura.
  3. Disposição zero. (Tudo bem que trabalhando ate tarde fica difícil)
  4. Cansaço eterno.
  5. Fui correr na Fila Night Run sábado passado e morri na praia (literalmente!)

Chegando lá, ainda na recepção encontro o Dr. Constantino. “Olá, minha corredora sumida!”. Corredora? Quem? “Sumida sim. Já corredora…”…

Bom isso foi até eu entrar no consultório, contar meus dilemas, me pesar e tirar as medidas ne?!

“Que desastre! 34% de gordura! Como pode?”

Que primeira vez que fui lá, eu pesava quase 66kg e estava com 28%. Isso em Março ou Abril do ano passado. Em setembro, cheguei a 18%! Mas em Novembro, começou a subir: 20%. Janeiro: 22%. E por aí foi… Agora estou com 64kg e 34% de gordura, ou seja, muita gordura e pouca massa magra.

Possíveis causas (ou desculpas esfarrapadas):

  1. Projeto final da pós me consumiu em Novembro e Dezembro.
  2. Festas de fim de ano.
  3. Férias de 40 dias, de Janeiro a Fevereiro.
  4. Academia em segundo plano desde Novembro. Parada nas férias. E depois saí da academia em Maio, quando marido ficou desempregado. (Entrei em outra perto de casa em Junho, mas só fui 5 dias)
  5. Treino de corrida zero. Participei de corridas esporádicas nesse período mas nada significativo, pois não estava treinando.
  6. Empregada nova = comida boa e gorda e jantar todo dia.
  7. Marido que não acompanha na dieta.
  8. Quando emagreci e cheguei aos 58kg, ficaram falando que eu estava com cara de doente. (Sendo que antes de engordar – dos 15 aos 25 – eu pesava 56kg e ninguém falava que eu tinha cara de doente…)

Ele passou um moooonnnteeeeeeeee de exames como da primeira vez e sai de lá sem nem uma dietinha. Disse que está preocupado e que só fará algo por mim depois de ver os exames pra saber a real causa.

Só sei que saí do orto mega decepcionada comigo mesma. Não sei se juntou o fato de eu estar morta de cansada, por ter trabalhado até tarde todos os dias da semana, dormido pouco e me estressado bastante. Mas o fato é que fiquei bem down.

(Não tive outra: passei na manicure e fiz as unhas de vermelho! Algo de colorido, vivo e alegre tinha que rolar! Ficaram lindas e me animaram bastante.)

Agora é acertar os ponteiros, rever dieta, fazer os exames que ele pediu e voltar lá no dia 28/08.

  • Segunda faço os exames pela manhã.
  • Sexta vou ao cardiologista e aproveitar para pegar o atestado para academia.
  • E na outra terça, volto finalmente para minha academia! Lá quando sai, independente do motivo, só deixa retornar depois de 3 meses. E fecham os 3 meses no dia 25. E lá estarei eu: com os exames na mão e tudo!

Ah, é claro:

  • Fazer as pazes com a linhaça, o chá verde e os cereais.
  • Evitar doces e frituras.
  • E fazer todas as refeições direitinho! Haja o que houver!

Vou aproveitar o fds pra descansar e comer umas porcarias coisas gostosas, pra segunda recomeçar minha vida saudável!

(Depois de escrever esse post fiquei até mais animadinha.)