domingo, 9 de março de 2008

Filme: 10.000 a.C.

10.000 BC
De: Roland Emmerich. Aventura. 12 anos. Estados Unidos, 2008. 1h49m.
Um épico pré-histórico que acompanha a luta de um jovem caçador de mamutes para garantir o futuro de sua tribo.



Bonequinho viu...

"Para chorar de rir
Há algo errado quando um filme de ação faz o público chorar de rir em vez de deixá-lo empolgado com as desventuras dos personagens. É isso o que acontece em “10,000 B.C.” (no original), o pior filme do rei dos blockbusters trash Roland Emmerich (“Godzilla”, “Independence day). De tão ridículo, se fosse comédia, seria genial. A trama envolve “escolhidos”, “profecias” e toda aquela lengalenga que já se viu mil vezes. Não há sequer uma boa cena de ação — a do cartaz, que mostra um guerreiro enfrentando um tigre-de-dente-de-sabre na beira de um penhasco, não está no filme daquela maneira! Bate “Espartalhões” em humor.
Tom Leão (07/03/2008) " (Fonte: O Globo)


Eu vi...
E por mim saía correndo!
Não sabia se eu ria ou chorava... Por conta do ingresso que paguei pra ver esse filme horrível!
Tinha velha se saculejando tendo visões, cego com cara de doente mental, varias coisas... Essas eram as horas que dava vontade de sair correndo...
O tigre que eles tinham que enfrentar apareceu uma ou duas vezes e mais nada. Os mamutes entao! Mais sem propósito ainda.
Sei lá... Eu já sou muito chata pra ver esse tipo de filme... e sendo como foi...


NÃO RECOMENDO!

Nenhum comentário: